Hipnose Ericksoniana

Hipnose Ericksoniana: o que é e como é utilizada na terapia.

A hipnose em psicoterapia é amplamente utilizada; Através dele é possível obter um agradável estado de bem-estar e relaxamento que potencializa o pensamento ativo. Um de seus criadores foi Milton H. Erickson, que desenvolveu a chamada Hipnose Ericksoniana.

Milton Hyland Erickson,

Foi um médico e psicólogo americano nascido em 1901 em Nevada. Erickson foi um dos criadores da hipnose; Ele desenvolveu a hipnoterapia e propôs inovações e mudanças nesse tipo de terapia.

Tudo surgiu do facto de aos 17 anos ter sofrido de poliomielite que o deixou paralisado e acamado. Os médicos pensaram que ele iria morrer. Porém, Erickson começou a usar métodos de auto-hipnose para se recuperar, usando um espelho, que se mostrou eficaz no bloqueio de pensamentos conscientes, por exemplo. Foi a partir daí que começou a nascer a sua Hipnose Ericksoniana.

Em que consiste?

A Hipnose Ericksoniana é um tipo de hipnose cientificamente comprovada, focada em focar totalmente a atenção consciente. Os resultados que produz são semelhantes aos obtidos através da meditação ou da atenção plena.

Um dos seus objetivos é acessar o inconsciente da pessoa, alcançar seus recursos, habilidades e memórias inconscientes e fazê-los emergir na consciência. O objetivo é que você possa usá-los em consciência para resolver um problema.

Estados de transe

Por outro lado, a Hipnose Ericksoniana é utilizada em psicoterapia e em outras áreas (coaching, sessões de Programação Neurolinguística [PNL], educação, desporto…), e centra-se na promoção de um estado de transe na pessoa.

Podemos experimentar estados de transe naturalmente; Por exemplo, quando estamos muito relaxados, distraídos ou absortos, ou quando fazemos um percurso que conhecemos perfeitamente de forma automática e sem ativar a consciência (por exemplo com o carro, na estrada). Outros exemplos de transe ocorrem quando lemos, ouvimos música ou criamos arte.

Esta técnica visa obter esses estados de transe para que a pessoa tenha mais consciência das suas capacidades e dos recursos que dispõe, através do acesso à sua parte mais inconsciente.

Requisitos
Para que isto seja eficaz, uma série de premissas fundamentais específicas da técnica devem ser levadas em consideração na sua aplicação:

1. Disponibilidade de recursos
A primeira premissa sustenta que todas as pessoas possuem, dentro de nós, os recursos necessários para resolver os nossos conflitos; Ou seja, todos nós, de certa forma, “carregamos dentro de nós um psicólogo”. A Hipnose Ericksoniana nos ajuda a acessar esses recursos.

2. Potencial do inconsciente
Segundo a teoria, o inconsciente é uma fonte de recursos muito poderosa, onde também são armazenadas memórias importantes para o sujeito. O inconsciente está sempre enviando mensagens para o exterior, através do nosso corpo, das nossas palavras, dos nossos estados de transe…

São mensagens verbais e não verbais que devemos saber detectar e compreender para acessar a nossa parte mais inconsciente.

3. Com base na experiência

Baseia-se mais em experiências do que em conhecimentos teóricos ou explicações. Segundo o próprio Erickson, viver uma experiência será sempre mais eficaz do que ouvir uma explicação.

4. Heterogeneidade nas respostas

Nem todas as pessoas respondem da mesma forma à hipnose. A resposta que damos será influenciada pelas nossas crenças anteriores, pelas nossas experiências, hábitos, pensamentos, etc., e por isso irá variar enormemente de uma pessoa para outra, ou seja, é uma técnica que se aplica pessoalmente com um design com base na história e características de cada pessoa.

Funcionamento

Como dissemos, implica um estado de concentração da atenção consciente; Este estado acarreta uma dissociação da mente que permite acessar as capacidades inconscientes da pessoa. A dissociação é momentânea, de curta duração. Tudo isso leva a pessoa a entrar em um estado de relaxamento profundo.

Nesse estado, a mente inconsciente fica mais acessível, mais presente e ocupa o centro das atenções. Através do acesso a ele, pretende-se criar novas possibilidades no sujeito para enfrentar desafios, mudanças de comportamento e hábitos. Assim, também promove a aprendizagem de novos comportamentos e novos padrões comportamentais.

O próprio Erickson define a tecnica como um processo comunicativo com a mente e consigo mesmo, por meio do qual a pessoa “consegue se concentrar nos próprios pensamentos, memórias, crenças e valores que possui sobre a vida”.

A Hipnose Ericksoniana é uma aprendizagem ativa que busca atingir um estado de transe, que por sua vez permite acessar a inconsciência e aproveitar ao máximo os recursos pessoais de cada pessoa.

Benefícios
Como dissemos no início do artigo, esta prática tem se mostrado eficaz em diversos estudos e produz efeitos semelhantes aos obtidos com técnicas de mindfulness ou meditação.

Os benefícios da Hipnose Ericksoniana como forma de auto-hipnose incluem aprender a gerir o stress, aumentar a concentração, melhorar o humor e o estado emocional, reduzir a ansiedade, melhorar a criatividade, melhorar os processos de tomada de decisão e melhorar o autocontrolo.

Além disso, a Hipnose Ericksoniana potencializa a conexão consigo mesmo, através da concentração e direcionamento da energia e da atenção no mundo interior, desviando-as dos estímulos externos. O objetivo é criar um vínculo consigo mesmo e conectar corpo e mente.

Aplicações em terapia
A Hipnose Ericksoniana é uma ferramenta que possui múltiplos usos e finalidades em psicoterapia. Principalmente, pode ser usado para induzir estados de relaxamento e para que o paciente conheça e experimente diferentes estados de transe hipnótico. Também é utilizado para gerar estados emocionais nos pacientes, que podem ser de bem-estar, por exemplo.

Por outro lado, a Hipnose Ericksoniana também permite o acesso ao inconsciente da pessoa, bloqueando momentaneamente a parte mais racional e consciente da sua mente. Isso torna mais fácil o surgimento de pensamentos e memórias reprimidas que estão afetando o bem-estar da pessoa.

Este tipo de hipnose permite-nos também catalisar e induzir processos de mudança em momentos de crise, por exemplo, bem como facilitar a tomada de decisões e gerir momentos ou processos dolorosos. Na verdade, é uma técnica comprovadamente eficaz na redução da dor em pessoas com fibromialgia, por exemplo.

Um dos objetivos da Hipnose Ericksoniana é que a pessoa recupere o controle sobre suas emoções e pensamentos, e que se sinta segura e firme em seus processos de tomada de decisão.

Visualizações: 2